Sabonetes íntimos, devemos ou não usar? - ABCGIN Sabonetes íntimos, devemos ou não usar? - ABCGIN

Pesquisar

Validando credenciais, por favor aguarde ...
  • Cursos: 21 99973-1534

  • Suporte: 21 4146-4336 | WhatsApp

Home

Sabonetes íntimos, devemos ou não usar?

Sabonetes íntimos, devemos ou não usar?

Sabonetes íntimos, devemos ou não usar?

Muito se especula sobre o uso do sabonete íntimo, existem diversos tipos à disposição nas farmácias e vemos inúmeras propagandas.
Hoje as mulheres, em sua maioria, acabam aderindo ao uso dos sabonetes específicos para vagina. Alguns profissionais indicam, outros não recomendam, será que são indispensáveis para saúde íntima da mulher? É o que vamos ver neste artigo. Confira!

Afinal, o sabonete íntimo é ou não indispensável à saúde feminina? Não. O uso do sabonete íntimo não é indispensável, porém recomendável. Existe uma indicação que se aplique a todas as mulheres. A maioria deles promete higienização, regular o pH e odor agradável. Então, antes de comprar um sabonete íntimo, deve-se entender qual a função dele e se realmente você necessita utilizá-lo.
Se você estiver com algum incômodo na área, odor muito forte ou reparou alguma diferença nas secreções, o indicado é sempre procurar um especialista para analisar o tratamento correto.

Cuidado!

Alguns sabonetes íntimos podem, ainda, ressecar a área e hipersensibilizando-a, prejudicando a função, esses são mais alcalinos. É sempre bom utilizar o indicado pelo seu ginecologista. O uso excessivo, mais de duas vezes ao dia, também acaba ocasionando problemas na região. Cuidado também na aplicação do produto, não se deve esfregar com muita força ou de forma exagerada, podendo causar a perda da camada de proteção e ressecamento.
Importante dizer que os sabonetes íntimos não devem ser usados na parte interna da vagina, pois pode aumentar o risco de alergias. Na hora da aplicação, esponjas podem causar ferimentos, utilize somente os dedos de forma leve. Ao escolher o sabonete íntimo, opte pelos livre de fragrância e com pH mais ácido, os de glicerina são os mais indicados.

Sensibilidade e alimentação

Se você se incomoda com o cheiro da sua vulva comece a perceber a sua alimentação, pois o que você come pode mudar o cheiro dela. Carboidratos em excesso deixam maior secreção e cheiro ácido na vagina. O sabonete íntimo também pode alterar sua flora, desencadeando corrimentos e inflamações.

Caso você tenha uma vulva saudável, não se preocupe em utilizar sabonetes íntimos, água corrente na área com pouco de sabão basta, é importante observar sempre a necessidade e o acompanhamento de um médico especializado. Encontre um ginecologista neste link em nosso site e agende.

Posts Relacionados