O sucesso das abordagens minimamente invasivas na Ginecologia Regenerativa - ABCGIN O sucesso das abordagens minimamente invasivas na Ginecologia Regenerativa - ABCGIN

Pesquisar

Validando credenciais, por favor aguarde ...
  • Cursos: 21 99973-1534

  • Suporte: 21 4146-4336 | WhatsApp

Home

O sucesso das abordagens minimamente invasivas na Ginecologia Regenerativa

O sucesso das abordagens minimamente invasivas na Ginecologia Regenerativa

O sucesso das abordagens minimamente invasivas na Ginecologia Regenerativa

Os procedimentos ginecológicos para melhorar a qualidade de vida das mulheres não precisam ser sinônimo de dor e desconforto. Hoje é possível realizar abordagens minimamente invasivas e altamente eficazes através da Ginecologia Regenerativa. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo este post:

Dizem que as mulheres são feitas de fases. Sendo assim, cada uma delas traz suas particularidades e consequências do tempo. O pós-parto e a menopausa, por exemplo, são fases da vida mulher que podem provocar mudanças marcantes na região íntima. E elas afetam não apenas a vida sexual, como também a sua autoestima e saúde.

Apesar da melhor solução ser recorrer a tratamentos e procedimentos no campo da Ginecologia Regenerativa, Estética e Funcional, algumas pacientes hesitam em dar esse passo, com receio dos incômodos e consequências desses procedimentos.

No entanto, o que elas não sabem é que a Ginecologia Regenerativa consegue devolver não só a estética da sua região íntima, como também melhorar a sua saúde sexual. Isso sem precisar recorrer a procedimentos altamente invasivos e dolorosos.

Esse tipo de técnica utiliza aparelhos modernos que permitem a fácil recuperação da vagina sem causar cicatrizes ou traumas nas mulheres. Devido a sua eficácia, ela passou a ser utilizada nos mais diversos tipos de tratamentos ginecológicos, para fins estéticos ou patológicos.

Continue a leitura deste artigo para obter mais informações sobre as abordagens usadas por essa moderna área da Ginecologia.

O que é a Ginecologia Regenerativa?

É cada vez maior o número de mulheres que recorrem aos tratamentos da Ginecologia Regenerativa. O principal motivo é que essa abordagem usa métodos modernos para restaurar a anatomia, aparência e funcionalidade da vagina.Os procedimentos são realizados por meio de equipamentos tecnológicos como:

  • laser;
  • radiofrequência;
  • fotodinâmica;
  • microinjeções

Devido a eles, os médicos conseguem oferecer um tratamento minimamente invasivo para as pacientes. Isso porque, não há necessidade de realizar cirurgias e sofrer com pós-operatórios que provocam dores e desconfortos.

Principais abordagens da Ginecologia Regenerativa

Os tratamentos com laser, como o de Erbio Fotona, são uma das abordagens mais bem sucedidas e usadas dessa área da ginecologia. O principal motivo é que ele consegue devolver o tônus muscular  e a lubrificação da vagina de maneira rápida e pouco invasiva.

Esses resultados são conquistados pelo fato do laser conseguir atingir tecidos profundos das genitálias, estimulando a produção de colágeno e fortalecendo a mucosa. Em média, após três sessões as pacientes conseguem perceber os resultados incríveis desse tratamento, o que comprova a sua eficiência.

Para quem é indicado?

De maneira geral, os tratamentos da Ginecologia Regenerativa são indicados para pacientes que sofrem com a flacidez, falta de lubrificação e alargamento vaginal. Esses problemas são recorrentes em mulheres durante o pós-parto e com problemas hormonais.

Mas além desse grupo, os procedimentos dessa área da ginecologia também são recomendados para pacientes com as seguintes patologias:

  • síndrome do relaxamento vaginal;
  • síndrome geniturinária da menopausa que provoca o ressecamento, atrofia vaginal e dores durante as relações sexuais;
  • incontinência urinária;
  • mudanças estéticas na vagina;
  • labioplastia;
  • dor na região vulvoperineal.

Como é o tratamento na Ginecologia Renegerativa?

Após identificar o problema da paciente, o ginecologista irá indicar o melhor tratamento da Ginecologia Regenerativa para ela. Nesse caso, é comum ele sugerir um tratamento com laser ou radiofrequência pelo fato deles conseguirem regenerar e remodelar os tecidos vaginais de maneira eficiente.

No entanto, ainda existe a possibilidade dele combinar vários tratamentos ginecológicos. Por exemplo, o profissional pode indicar sessões com laser e fisioterapia na região pélvica, para uma mulher que teve um alargamento genital após o parto.

Nesse mesmo sentido, pode ser indicado para uma mulher que sofre com dores e ressecamento vaginal devido a menopausa, sessões de laser ou radiofrequência combinada com um tratamento hormonal.

Benefícios das abordagens da Ginecologia Regenerativa

As abordagens minimamente invasivas da Ginecologia Regenerativa são um sucesso, por conseguirem melhorar o bem-estar físico e emocional da mulher, sobretudo ao que está relacionado a sexualidade.

Outro grande benefício é que os tratamentos, sendo minimamente invasivos, podem ser realizados durante a consulta, com no máximo a aplicação de uma anestesia local. Isso sem provocar dores, cicatrizes ou desconfortos, como os tradicionais procedimentos ginecológicos.

A recuperação é quase imediata, não impedindo que a mulher realize suas atividades diárias após o procedimento. Além disso, em poucas sessões é possível perceber um resultado extremamente satisfatório e que elimina os problemas ginecológicos.

Sem dúvida, os tratamentos da Ginecologia Regenerativa, são a solução para a mulher moderna recuperar sua saúde e bem-estar sexual. Isso sem precisar se submeter a cirurgias invasivas, que além de exigirem um pós-operatório doloroso ainda deixam marcas permanentes.

Para saber mais sobre as abordagens dessa área da Ginecologia, é recomendado conhecer mais sobre o assunto frequentando congressos e seminários. A Associação Brasileira de Cosmetoginecologia (ABCGIN) realiza constantemente, através da Academia Brasileira de Ginecologia Regenerativa, Estética e Funcional (ABGREF), cursos completos teórico-práticos, dinâmicos ou avançados. Acompanhe pelas redes sociais ou site www.abcgin.com.br.

Posts Relacionados