Ninfoplastia a laser - o que é? - ABCGIN Ninfoplastia a laser - o que é? - ABCGIN

Pesquisar

Validando credenciais, por favor aguarde ...
  • Cursos: 21 99973-1534

  • Suporte: 21 4146-4336 | WhatsApp

Home

Ninfoplastia a laser – o que é?

Ninfoplastia a laser – o que é?

Ninfoplastia a laser – o que é?

É fato que, hoje em dia, as mulheres estão se preocupando mais com a sua região íntima, tanto em relação à saúde quanto com relação à aparência, assim como se preocupam com outras partes do corpo. Por esse motivo, os a ginecologia regenerativa tem ganhado cada vez mais popularidade entre o público feminino. Diversos procedimentos podem ser realizados para reparar, rejuvenescer e devolver a funcionalidade da área genital feminina, e um deles é a ninfoplastia a laser.

O que é ninfoplastia?
Chamamos de ninfoplastia o procedimento cirúrgico que tem como objetivo a redução dos pequenos lábios, localizados na parte interna da vulva. A maioria das mulheres busca a ninfoplastia por questões estéticas, porém algumas pacientes, ao buscarem seu ginecologista a fim de realizar a cirurgia, relatam incômodos por conta do tamanho aumentado das ninfas (pequenos lábios), pois pode ocorrer dor durante a relação sexual ou até mesmo desconforto ao usar roupas mais justas.
Atualmente, a tecnologia no ramo da ginecologia regenerativa vem avançando de maneira significativa, o que fez com que a ninfoplastia pudesse ser realizada com a administração do laser de CO2, tornando o procedimento mais rápido e a recuperação mais tranquila, sem necessidade de repouso prolongado. Além disso, a ação do laser durante a cirurgia é bastante benéfica à região íntima, pois ocorre a transmissão de ondas eletromagnéticas que agem estimulando a produção de colágeno, devolvendo a hidratação da pele, melhorando problemas como a incontinência urinária e devolvendo a coloração do tecido.

Quando a ninfoplastia é indicada?
Esse procedimento pode ser indicado, como falamos, em casos em que a paciente se queixa de incômodos durante a relação sexual, ao usar roupas mais apertadas, e até mesmo quando a mulher se sentir insatisfeita com a aparência da sua área genital, fazendo com que, após o procedimento, ela se sinta mais segura em relação ao seu corpo.
É importante salientar que a sensibilidade de toda região intima é preservada após a cirurgia. Recomenda-se que a paciente faça repouso por 3 dias e volte a ter relações sexuais apenas depois de 3 semanas.
É indicado que os médicos avaliem cada paciente individualmente, para que os resultados sejam satisfatórios.